quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Falando sobre a Carta do Leitor para os Professores.

Na maioria dos jornais e revistas, há uma seção destinada a cartas do leitor ― em geral conhecida como "Cartas à Redação", "Painel do Leitor", entre outros títulos.

Essa seção oferece um espaço para que o leitor faça elogios ou críticas a uma matéria publicada, ou mesmo sugestões. Os comentários podem referir-se às ideias de um texto, com as quais o leitor pode concordar ou não; à maneira como o assunto foi abordado (neste caso, um leitor mais conservador pode afirmar que determinada questão foi tratada de forma muito liberal); ou à qualidade do texto em si (pode-se achar que o autor abusou de clichês, por exemplo).

É possível também fazer alusão a outras cartas de leitores, para concordar ou não com o ponto de vista expresso nelas.

Esse tipo de carta apresenta formato parecido com o das cartas pessoais: data, vocativo (a quem ela é dirigida), corpo do texto, despedida e assinatura. Porém, quando necessário, a equipe de redação do jornal ou revista adapta as cartas do leitor a seu estilo e as reduz para encaixá-las na seção reservada a elas, mantendo apenas uma parte do corpo.

As redações dos jornais recebem várias cartas diariamente, por isso você terá de fazer com que sua carta se sobressaia para que seja publicada. Aqui vão algumas dicas úteis:

• Explique logo no início por que você está escrevendo a carta. O método mais simples é expor sua opinião na primeira frase, e mostrar por que você pensa daquela maneira na segunda. Procure sustentar suas opiniões com provas e argumentos. Deixe bem claro seus interesses. A colocação de seus interesses muitas vezes favorece a publicação de sua carta - mesmo que seja apenas para provocar uma resposta.

• Seja conciso. Faça seus comentários, ou exponha sua queixa e argumento, com clareza e vigor. Só enumere as razões e os argumentos que lhe pareçam mais importantes.

• Esforce-se para compor uma carta interessante, inteligível e animada. Tente manter um certo senso de humor mesmo ao discutir assuntos sérios.

• Explique como o assunto em questão o afeta. Tente mostrar-se como um ser humano e não como o dono da verdade.

A quem se dirigir:

Normalmente as cartas enviadas aos jornais e às revistas devem ser dirigidas ao Editor e começar com Prezado ou Caro Senhor (ou Senhora).

A maior parte das cartas enviadas à imprensa é de cunho político, mas os editores apreciam as controvérsias suscitadas por cartas abordando outros tipos de assuntos - especialmente se elas vão estimular mais leitores a enviar suas opiniões.

Quando publicadas, as cartas costumam ser agrupadas por assunto. Assim, reúnem-se as que se refiram à mesma notícia ou reportagem em um mesmo bloco, que recebe um título.

Nenhum comentário:

Postar um comentário